Mídia

Instituto Sociocultural do Hospital de Amor lança Mosaico em comemoração aos 60 anos do Hospital de Amor

Iniciativa busca homenagear e celebrar o trabalho de valorização humana desenvolvido pela instituição

Vozes e rostos que ajudam a fazer a história do Hospital de Amor foram reunidas em um trabalho emocionante. O Instituto Sociocultural do Hospital de Amor lançou no mês de março/ 2022 um Mosaico comemorativo aos 60 anos do Hospital de Amor com a participação de colaboradores de diversos setores e unidades da instituição. O material está disponível nas plataformas digitais do Hospital de Amor e Instituto Sociocultural.

A proposta teve como objetivo homenagear e representar musicalmente o trabalho de humanização do Hospital de Amor. O projeto foi realizado pelo Coral Acordes Vocais com produção operacional do preparador vocal do coral, Fabiano Albuquerque e regência da maestrina Angélica Amêndola de Oliveira. Ao todo foram 50 integrantes, incluindo as solistas convidadas Esperança Luzolo, Luisa Castro e Emmanuelle da Silveira, que juntos que interpretaram a Canção da Paz de Cezar Elbert.

Marco Antônio de Oliveira é colaborador o hospital no Núcleo de Epidemiologia e Bioestatística. Ex-integrante do coral, juntou-se ao grupo para homenagear Hospital de Amor e as vivências e aprendizados proporcionados pela participação na equipe “Ter feito parte do Coral Acordes Vocais foi uma das experiências mais gratificantes nesses 8 anos como colaborador da Fundação PIO XII. Naqueles momentos pós expediente, dedicar um pouquinho do meu tempo para tentar levar momentos de leveza através do canto e da música aos pacientes, acompanhantes, colaboradores e a comunidade em geral, ressignificava a nossa existência nesse mundo e consequentemente me trazia a sensação de fazer parte de um propósito ainda maior. O mosaico celebra toda essa experiência”.

Para a realização do vídeo, o grupo participou de encontros virtuais com direção cênica de Reinaldo Puebla e Ana Abe, dois dos maiores diretores cênicos do país, e preparação vocal e musical de equipe técnica especializada em coros virtuais, gênero que cresceu mundialmente decorrência da Pandemia da Covid-19. O trabalho também contou com a edição de vídeo de Alysson e Hanna Rodrigues e som de Danilo Demori e envolvimento de equipes do setor de comunicação do Hospital de Amor.

Imagens representativas, interpretações empolgantes e para muitos o desafio de cantar pela primeira vez. O preparador técnico e produtor do projeto, Fabiano Albuquerque, fala que a proposta proporcionou um espírito de cooperação por um bem comum e emocionou quem participou “O projeto traz uma mensagem forte e potente de valorização da vida, do ser humano e da paz. Em muitos momentos, mesmo dando orientações técnicas, nos pegávamos com lágrimas nos olhos, imaginando o impacto que o trabalho do hospital do amor gera na vida de tantas pessoas. Foi um imenso privilégio dar voz a est mensagem onde pudemos usar nossa arte, sensibilidade e criatividade a disposição de um trabalho tão lindo e necessário que o hospital do amor vem realizando a tantos anos”.

Aline Dias, coordenadora do Instituto Sociocultural explica que a iniciativa é um gesto de reconhecimento de todo o trabalho desenvolvido pela instituição “É fundamental comemorarmos os 60 anos do Hospital levando uma mensagem de paz e carinho. É uma forma de retribuir toda a atenção, cuidado e profissionalismo dedicados a tantos pacientes e famílias de todo o país”, fala.

Para a preparadora cênica Ana Abe, uma experiência tocante “A história do hospital de amor eu já conhecia, por isso fiquei muito emocionada em dar as mãos para todas essas pessoas e trabalharmos juntos. Nesse vídeo estendemos o convite para que cantemos juntos a canção da paz”, conclui.

Doações

O Hospital de Amor (atual nome do Hospital de Câncer de Barretos) recebe pacientes de todos os estados do Brasil, oferecendo atendimento 100% gratuito. A instituição conta com profissionais altamente qualificados e realiza um importante trabalho para aumentar os índices de cura e sobrevida. Porém, nada disso seria possível sem o apoio dos diversos segmentos da sociedade, como pessoas físicas e empresas.

Patrocinadores

Conheça os patrocinadores do Instituto.

lei-cultura

Realização:

secretaria-especial-cultura

Patrocínio: