Mídia

Coral Acordes Vocais realiza apresentação no Hospital São Judas

Interações dentro do ambiente hospitalar emocionam público e representam grandes experiências para os integrantes do projeto.

Três apresentações musicais do Coral Acordes Vocais em diferentes pontos do Hospital São Judas Tadeu, unidade de cuidados paliativos e atenção ao idoso do Hospital de Amor, emocionaram pacientes, acompanhantes e colaboradores.

Os corredores dos postos 1, 2 e 3 foram o palco de canções como Alleluaih e a Oração do Pai Nosso. Aos poucos, pacientes, acompanhantes e colaboradores da unidade se aproximavam e aproveitavam momentos de tranquilidade e de alegria.

Dona Laíde Marcucci Wirth Cunha veio de Carlinda no Mato Grosso acompanhar o marido Paulo Sérgio, internado no hospital para tratamento de um câncer da cabeça, desde janeiro deste ano e diz que a estada no local é amenizada com as apresentações artísticas, garantindo alegria em meio às dificuldades e apreensões “A gente se sente um pouco mais confortada. É um momento difícil saber que podemos perder a pessoa que a gente ama e assistir às apresentações, sentir esse carinho que a pessoa tem em vir aqui é reconfortante. É muito bom”, fala.

Antes das apresentações artísticas dentro do hospital, uma equipe multidisciplinar realiza um trabalho de preparação dos pacientes, que podem ouvir dos quartos ou assistir nos corredores. Sirelene de Oliveira, enfermeira, conta que o momento traz conforto e leveza para o local “Alegra o ambiente hospitalar e é sempre bem-vindo por esse motivo. Os pacientes saem um pouco da rotina, os familiares também se emocionam. A música faz bem para os nossos pacientes”, fala.

Dr. Luis Fernando Rodrigues, médico da unidade São Judas Tadeu, reforça que a música tem impactos positivos dentro do tratamento oncológico é utilizada como ferramenta importante dentro do hospital “A música tem um grande impacto na vida das pessoas. Sabemos que quando a música está bem colocada no contexto do paciente ela promove a liberação de endorfinas, substâncias endógenas presentes no organismo, responsáveis por uma grande sensação de bem-estar. A música ajuda a equipe médica no controle da dor, da náusea e do vômito, do sono, da ansiedade e de tantos outros sintomas”, fala.

O Coral Acordes Vocais do Instituto Sociocultural do Hospital de Amor é composto por colaboradores da Fundação Pio XII, Ambulatórios Médicos Hospitalares, Santa Casa de Barretos, alunos da Faculdade de Medicina Dr. Paulo Prata e população de Barretos e se apresenta, durante todo o ano, em hospitais com a missão de contribuir com a missão de bem-estar da instituição, conforme explica a maestrina Angélica Amêndola de Oliveira, responsável pela regência do coral desde 2015 “ O projeto tem a finalidade de levar através da música uma mensagem de paz e conforto, não só aos pacientes como a todos os familiares e pessoas dentro do ambiente hospitalar”, fala.

Priscila Fernandes entrou para o coral em julho de 2021 e iniciou a partir desse ingresso seu primeiro contato com a música. A experiência veio acompanhada de fortes emoções proporcionadas pelas apresentações e contato com o público, e compartilha uma lembrança que a motiva a continuar “É extremamente emocionante quando começamos a cantar. Lembro-me de uma paciente que estava na janela começou a chorar quando nos ouviu.. foi difícil continuar cantando, mas me concentrei e continuei. Cantar e hospitais é extremamente emocionante”, conta.

O Coral Acordes Vocais foi fundado em 2015, idealizado pelo coordenador médico do Hospital Infantojuvenil, Dr. Luiz Fernando Lopes e integrante do grupo musical. Em 2017 o Coral passou a integral o rol de projetos do Instituto Sociocultural. O médico conta que as apresentações são um desafio com grandes resultados. “Cantando aqui faz bem para as pessoas que estão neste momento da vida, mas também faz muito bem pra gente e pra toda a equipe. Não é fácil cantar em hospitais, mas faz muito bem”, finaliza.

Aline Dias, coordenadora do Instituto Sociocultural do Hospital diz que a proposta é de grande importância e satisfação. “É gratificante para nós do Instituto, que através da Lei de Incentivo à Cultura, os coralistas possam estudar e ter ensaios com profissionais qualificados; e principalmente, que eles possam levar a alegria aos Hospitais através da música. O nosso propósito de levar através da cultura musical, a tradução dos sentimentos aos nossos pacientes e acompanhantes, envolvendo-os em emoções de alegria, bem-estar e vivacidade, é evidente em cada olhar que encontramos nos corredores”, fala.

O grupo realiza apresentações quinzenais em todas as unidades administradas pela Fundação Pio-XII e realiza pelo menos uma apresentação oficial para a população com entrada gratuita. As aulas são gratuitas, realizadas às terças e quartas-feiras. As inscrições para a entrada de novos integrantes são abertas anualmente.

icone-galeria-fotosClique e veja a galeria de fotos

Doações

O Hospital de Amor (atual nome do Hospital de Câncer de Barretos) recebe pacientes de todos os estados do Brasil, oferecendo atendimento 100% gratuito. A instituição conta com profissionais altamente qualificados e realiza um importante trabalho para aumentar os índices de cura e sobrevida. Porém, nada disso seria possível sem o apoio dos diversos segmentos da sociedade, como pessoas físicas e empresas.

Patrocinadores

Conheça os patrocinadores do Instituto.

lei-cultura

Realização:

secretaria-especial-cultura

Patrocínio: